7 marinheiros estão desaparecidos após destróier dos EUA se chocar com cargueiro

7 marinheiros estão desaparecidos após destróier dos EUA se chocar com cargueiro

7 marinheiros estão desaparecidos após destróier dos EUA se chocar com cargueiro

A Guarda Costeira está investigando o ocorrido junto com a Marinha americana e interrogará os membros da tripulação do ACX Crystal sobre a possibilidade de ter havido negligência profissional.

A Marinha americana havia informado a retirada de um ferido de helicóptero, dando a entender que requeria tratamento médico urgente. No entanto, também alertou que a zona é uma via marítima muito transitada, por estar próxima dos portos mercantis de Tóquio e Yokohama.

Um vídeo da NHK News mostra o casco do Fitzgerald a boreste, logo à frente da ponte, severamente danificado, e segundo a CNN o navio fazia água.

Trump investigado por possível obstrução de justiça, diz a imprensa americana
Robert Mueller foi nomeado procurador especial para este assunto para garantir a independência e lisura do inquérito. O despedimento de James Comey da chefia do FBI, a 9 de maio, é um aspeto central da investigação.

E3 2017: Destiny 2 será lançado com atraso no PC
Por meio de um tweet oficial da desenvolvedora, foi revelado a data oficial de início e fim da versão beta do game. Abaixo tem mais um trailer do jogo, que foi exibido durante a conferência da Sony na E3 2017 .

Alcymar Monteiro critica Marília Mendonça em áudio: 'Canta para cachaceiros'. Ouça
Como é que ela vem falar que aqui é lugar de sertanejo? Isso é um breganejo horroroso, para quem não tem identidade. A trilha sonora do São João é o forró criado por Luiz Gonzaga, são as sanfonas, triângulos e zabumbas.

O destróier segue funcionando com seu próprio motor, "mas sua propulsão é limitada". Depois do acidente, o navio de guerra ficou tomado por água, embora a Marinha tenha declarado que não ocorreram vítimas "neste momento". O barco mercante filipino atracou no porto de Tóquio, informou a mídia japonesa.

"Apesar de estar de volta em Yokosuka, não sabemos ainda quanto tempo será preciso para ter acesso aos diferentes espaços e continuar metodicamente a busca dos desaparecidos", explicou a Sétima Frota em um comunicado, que acrescenta que homens-rãs começaram a inspecionar imediatamente os danos e elaborar um plano de reparos e averiguação de várias partes do barco. Às 9h locais (21h de sexta em Brasília), o USS Fitzgerald navegava rumo à base de Yokosuka, a principal dos EUA no Japão, destinada a apoio em missões de paz e segurança na região da Ásia banhada pelo Oceano Pacífico.

Já o cargueiro apresentou danos leves, segundo imagens da tv japonesa.

Related news