Pastor tenta andar sobre a água e é devorado por crocodilos

Pastor tenta andar sobre a água e é devorado por crocodilos

Pastor tenta andar sobre a água e é devorado por crocodilos

Segundo os fiéis, o pastor ignorou o fato de que o Rio Mpumalanga é infestado de crocodilos. A cena foi vista por fiéis que acompanhavam o ato do religioso. "Ainda não entendemos como isso aconteceu, porque ele jejuou e orou durante toda semana", disse o diácono Nkosi.

"Eles terminaram em alguns minutos".

"Tudo o que restou após o ataque foi um par de sandálias e as roupas do pastor flutuando sobre a água", concluiu o fiel.

Edouard Philippe é primeiro-ministro de Macron 16 Maio 2017 — França
A legenda quer recuperar o terreno perdido, elegendo parlamentares o suficiente para poder influenciar o governo Macron. Enquanto o ex-premiê se define como um "homem de esquerda", o indicado de Macron se disse um "homem de direita".

Gabriel Jesus marca de pênalti na vitória do City sobre o Leicester
No próximo domingo, o City visita o Watford, às 11h (de Brasília), no Vicarage Road, pela última rodada da Premier League . O Leicester também volta a campo no meio da semana, na quinta, para o confronto contra Tottenham , no King Power Sadium.

Hollande entrega presidência a Macron, o presidente mais jovem da França
O fortalecimento da União Europeia e da zona do euro devem ser temas principais. Em 2014, foi nomeado ministro da Economia pelo primeiro-ministro Manuel Valls.

Portais de imprensa respeitados, de vários países, repercutiram a suposta morte de um pastor que, para provar sua fé aos fiéis, teria decidido andar sobre as águas de um rio e como resultado, acabou morto por crocodilos.

O portal Mashable também descartou o boato do pastor devorado por crocodilos, pois o hoax havia surgido em 2016, com uma repaginada em fevereiro deste ano com a inclusão dos crocodilos na história por um site semelhante ao portal "Sensacionalista", que inventa notícias absurdas usando a premissa de fazer piadas. No entanto, o pastor Alfred Ndlovu morreu de desnutrição depois de ter passado 30 dias sem comida e água no deserto da África do Sul. O homem não identificado alertou a polícia, que então informou sua família e congregação sobre o que tinha acontecido.

Related news