Nelson Xavier morre aos 75 anos em Uberlândia

Nelson Xavier morre aos 75 anos em Uberlândia

Nelson Xavier morre aos 75 anos em Uberlândia

O ator Nelson Xavier morreu na noite desta terça-feira, 9, aos 75 anos, em Uberlândia, em Minas Gerais. A confirmação do falecimento do ator foi dada por sua filha, Tereza Vilella Xavier, que comunicou o falecimento de seu pai através de uma rede social. "Lamento informar a quem possa interessar que o meu pai, Nelson Xavier, faleceu esta noite em Uberlândia".

Em tempo, o corpo do ator será levado ao Rio de Janeiro, onde será cremado amanhã. Agradeço desde já as mensagens de apoio. "Fez tudo o que quis, do jeito que quis e da sua melhor maneira possível, sempre", escreveu Tereza, que mudou a foto de perfil para a cor preta, em sinal de luto. Nos anos 1950, entrou para a Escola de Artes Dramáticas da USP e foi parar no Teatro de Arena.

Mas o papel que lhe deu maior notoriedade foi ode Chico Xavier, em 2010, num filme com o mesmo nome.

Janot pede depoimento de Gilmar no caso Eike
Ter facilitado a vida de Eike, libertando-o e deixando o país atônito, foi a última peripécia do ministro. Janot requer ainda depoimentos de Gilmar, de sua esposa, do empresário Eike Batista e de Sérgio Bermudes.

Pottker é eleito craque do Paulistão e Corinthians domina seleção
No domingo passado (30), o time de Fábio Carille bateu o adversário por 3 a 0 no Estádio Moisés Lucarelli , em Campinas (SP). Estamos felizes em ter apostado em algo que deu tão certo", afirma a Gerente de Marketing da Viapol , Cristiane Gottsfritz.

Anac libera o uso de drones no Brasil
As forças de segurança pública também podem atuar, tendo em vista que algumas condutas podem ser contravenção penal ou crime. Extenso, o regulamento será disponibilizado na íntegra para o público a partir de amanhã no site da Anac .

Iniciou a sua carreira ao participar em peças como Eles não usam black-tie, de Gianfrancesco Guarnieri (1958), Chapetuba Futebol Clube, de Oduvaldo Vianna Filho (1959), Gente como a gente, de Roberto Freire (1959), e Julgamento em Novo Sol, de Augusto Boal (1962). No cinema, foram mais de 50 projetos. Trabalhou com diretores como Domingos de Oliveira, Bruno Barreto e Ruy Guerra, que o dirigiu como o Mário, de "A Queda", papel que lhe rendeu o Urso de Prata no Festival de Berlim de 1978. Na televisão, seu último trabalho foi na novela Babilônia, em 2015. "Fui invadido por uma onda de amor tão forte, tão intensa, que levava às lágrimas", contou Nelson Xavier. "O Chico me fez sentir premiado, me fez sentir uma pessoa melhor, melhor do que eu realmente sou".

Nelson Xavier deixa a mulher, a atriz Via Negromonte, e quatro filhos.

Related news