Edouard Philippe é primeiro-ministro de Macron 16 Maio 2017 — França

Edouard Philippe é primeiro-ministro de Macron 16 Maio 2017 — França

Edouard Philippe é primeiro-ministro de Macron 16 Maio 2017 — França

O Presidente da França, Emmanuel Macron, acaba de nomear para primeiro-ministro Edouard Philippe, do partido de direita "Os Republicanos".

Pouco depois do anúncio, Macron viajou a Berlim, onde se reunirá nesta segunda-feira com a chanceler Angela Merkel, que obteve uma importante vitória eleitoral no domingo na última votação regional antes das legislativas de setembro na Alemanha. A indicação do político conservador, membro do partido Os Republicanos, sinaliza que o centro-liberal Macron está tentado construir uma maioria parlamentar ao se aproximar da direita. Esta escolha reflete a vontade do novo presidente francês em encontrar apoio para as eleições parlamentares, em junho.

"Segundo o Le Monde, Édouard Philippe é um apoiante "fiel de Alain Juppé", exprimeiro-ministro de Jacques Chirac, entre 1995 e 1997, e tem um" ódio feroz" por Nicolas Sarkozy.

Santos perde para o Fluminense e amplia tabu negativo em estreias
Aos 42 minutos, o zagueiro Henrique aproveitou o rebote dentro da área e bateu firme de esquerda, mas a bola explodiu na trave. Aos 28', a parada técnica por conta do calor pareceu reverter o ritmo das equipes e foi a vez do Fluminense dormir em campo.

Europa rendida a carisma de Salvador Sobral
Recorde-se que o Festival da Eurovisão foi criado em 1956, sendo que a estreia de Portugal nesta competição aconteceu em 1964. A 62ª edição do Festival Eurovisão da Canção realizou-se na Ucrânia e contou com a participação de 42 países.

FIFA vai investigar transferência de Pogba para o United
No entanto, segundo a agência, "não está claro qual aspecto da transferência" será o alvo da FIFA . De regresso a Old Trafford esta época, Paul Pogba participou em 48 jogos e apontou sete golos.

"A direita acaba de ser anexada", considerou por sua vez o líder da esquerda radical, Jean-Luc Mélenchon, que obteve quase 20% dos votos no primeiro turno da eleição presidencial. A legenda quer recuperar o terreno perdido, elegendo parlamentares o suficiente para poder influenciar o governo Macron. Já a passagem de poder entre o atual primeiro-ministro do país, Bernard Cazeneuve, e seu sucessor deve ocorrer por volta de 16h (horário local).

O novo primeiro-ministro vem da ala moderada do partido Os Republicanos e é visto como um contrapeso para vários socialistas que se juntaram ao novo movimento de Macron, República em Movimento. Philippe foi porta-voz da campanha de Juppé durante as primárias da centro-direita. Enquanto o ex-premiê se define como um "homem de esquerda", o indicado de Macron se disse um "homem de direita".

O advogado trabalhou como diretor de Relações Públicas do grupo de energia nuclear Areva entre 2007 e 2010. Ele já trocou de lado na política, pois começou sua carreira no Partido Socialista, tendo feito campanha para o ex-premiê Michel Rocard na sua juventude.

Related news